Publicidade

Gastronomia

Goma de tapioca, farinha de mandioca e pirarucu: conheça o 'sushi amazônico'

Utilizando ingredientes da terra, chef acreano cria versão amazônica da tradicional receita oriental


Arroz, alga nori, saque, vinagre de arroz, salmão, requeijão e cebolinha: esses são alguns dos ingredientes clássicos de um bom sushi. Mas na Amazônia, claro, tem que ser diferente. O chef acreano Jaire Oliveira inovou e criou uma versão amazônica da tradicional receita oriental.
     
Foto:Reprodução/Rede Amazônica
    De acordo com reportagem publicada no G1 Acre, entre os produtos regionais estão a goma de tapioca e a farinha de mandioca. No recheio, ao invés do salmão cru, o 'Sushi Amazônico" tem pirarucu defumado.

“Nessa receita, faço a base como se fosse uma tapioca fina - 20% goma e 80% farinha de mandioca. Mistura os dois e trabalho com pirarucu fresco, coloco no sal para desidratar e faço como se fosse um bacalhau”, ensina.
     
Foto:Reprodução/Rede Amazônica
    Ao G1 Acre, o chef explica que a receita foi criada para a edição 2017 do festival de mandiocultura, que ocorreu em Cruzeiro do Sul.

Ele acrescenta que há mais de uma década trabalha com ingredientes tipicamente amazônicos, especialmente em festivais. Para ele, os sabores da região são o diferencial de seus pratos.

“Eu procuro tentar agregar algo do nosso estado, produtos regionais. Nunca precisei pedir produto de fora. Em outro festival, que era de carnes, fiz uma maminha defumada com talharim de pupunha e vinagrete com emulsão de cupuaçu”, relembra.

Apesar de curioso, o sushi da amazônia e outros pratos criados por ele ainda não são comercializados, já que a produção é feita exclusivamente para grandes eventos.

A repercussão de suas criações, deu a Oliveira o título simbólico de 'embaixador da gastronomia no estado', sendo frequentemente convidado a fazer os pratos em eventos do governo e também do Sebrae.

Depois da boa aceitação do sushi acreano, o chef já trabalha na sua próxima criação. Trata-se de uma sobremesa: o petit gateau amazônico. A receita vai misturar açaí, tucupi, jambu e mandioca.

"Vou fazer um minibolo de mandioca, o recheio com calda de açaí e estou fazendo um sorvete de tucupi. Em cima um jambu crocante, que já fiz um teste e apresentei em outros eventos, é com açúcar caramelado e ele fica crocante”, adianta.

Para ele, a valorização dos ingredientes da terra vai muito além da gastronomia.

“Nós valorizamos mais nosso produto, e fazemos crescer mais nosso estado, trabalhando com aquilo que temos de melhor, que são nossos produtos regionais, como a banana e o cupuaçu. Se as pessoas de fora estão vindo atrás de pegar algo que temos aqui, então são importantes”, concluiu.


Gastronomia

Home > Cultura > null

Goma de tapioca, farinha de mandioca e pirarucu: conheça o 'sushi amazônico'

Utilizando ingredientes da terra, chef acreano cria versão amazônica da tradicional receita oriental

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Arroz, alga nori, saque, vinagre de arroz, salmão, requeijão e cebolinha: esses são alguns dos ingredientes clássicos de um bom sushi. Mas na Amazônia, claro, tem que ser diferente. O chef acreano Jaire Oliveira inovou e criou uma versão amazônica da tradicional receita oriental.
     
Foto:Reprodução/Rede Amazônica
    De acordo com reportagem publicada no G1 Acre, entre os produtos regionais estão a goma de tapioca e a farinha de mandioca. No recheio, ao invés do salmão cru, o 'Sushi Amazônico" tem pirarucu defumado.

“Nessa receita, faço a base como se fosse uma tapioca fina - 20% goma e 80% farinha de mandioca. Mistura os dois e trabalho com pirarucu fresco, coloco no sal para desidratar e faço como se fosse um bacalhau”, ensina.
     
Foto:Reprodução/Rede Amazônica
    Ao G1 Acre, o chef explica que a receita foi criada para a edição 2017 do festival de mandiocultura, que ocorreu em Cruzeiro do Sul.

Ele acrescenta que há mais de uma década trabalha com ingredientes tipicamente amazônicos, especialmente em festivais. Para ele, os sabores da região são o diferencial de seus pratos.

“Eu procuro tentar agregar algo do nosso estado, produtos regionais. Nunca precisei pedir produto de fora. Em outro festival, que era de carnes, fiz uma maminha defumada com talharim de pupunha e vinagrete com emulsão de cupuaçu”, relembra.

Apesar de curioso, o sushi da amazônia e outros pratos criados por ele ainda não são comercializados, já que a produção é feita exclusivamente para grandes eventos.

A repercussão de suas criações, deu a Oliveira o título simbólico de 'embaixador da gastronomia no estado', sendo frequentemente convidado a fazer os pratos em eventos do governo e também do Sebrae.

Depois da boa aceitação do sushi acreano, o chef já trabalha na sua próxima criação. Trata-se de uma sobremesa: o petit gateau amazônico. A receita vai misturar açaí, tucupi, jambu e mandioca.

"Vou fazer um minibolo de mandioca, o recheio com calda de açaí e estou fazendo um sorvete de tucupi. Em cima um jambu crocante, que já fiz um teste e apresentei em outros eventos, é com açúcar caramelado e ele fica crocante”, adianta.

Para ele, a valorização dos ingredientes da terra vai muito além da gastronomia.

“Nós valorizamos mais nosso produto, e fazemos crescer mais nosso estado, trabalhando com aquilo que temos de melhor, que são nossos produtos regionais, como a banana e o cupuaçu. Se as pessoas de fora estão vindo atrás de pegar algo que temos aqui, então são importantes”, concluiu.

TAG sushi amazonicosushi acreanosushiingredientes amazonicosculinaria regionalculinariagastronomiapirarucufarinhatapiocaacre