Publicidade

Gastronomia

Home > Cultura > null

Gastronomia Amazônica: granolas com sabores regionais são apresentadas em Feira de Manaus

As granolas estão disponíveis nos sabores Açaí com Tucumã e Guaraná, Bananas com Macarujá, Frutas com Castanha do Pará

William Costa

william.costa@portalamazonia.com


Com uma mistura de frutas secas, grãos, sementes e açúcar mascavo, a granola, facilmente encontrada na Escócia e Estados Unidos, vem ganhando espaço nos paladares amazonidas. Principalmente associada à energia, ela é comum durante a alimentação com açaí e vitaminas  que estão disponíveis em quiosques espalhados pela cidade. A reinvenção da granola vem associada aos produtos típicos da Amazônia, como a pupunha, a banana pacovan, o tucumã e o açaí.
     
Foto:Diego Oliveira/Portal Amazônica
 
 

Feita de forma artesanal, a granola amazônica traz os ingredientes nativos, zero-açúcar, zero-lactose, nenhum conservante e sabores com composições funcionais. Segundo chef de Fábio Silva, da Amigos da Floresta Turismo e Gastronomia, criador do produto.


"O valor nutricional de nossas granolas tem um fim específico, frutas com castanhas, vitaminas e proteínas, relaxamento muscular com banana, maracujá, a energia do açaí, e outros amores que trabalham com a termogenia do organismo como um salgado com cogumelos indígenas", conta o chef.


Ainda segundo o chef, as granolas amazônicas são parte de um circuito gastronômico da Amazônia, que tem o objetivo de unir o turismo e a gastronomia.


"A Amigos da Floresta existe a 25 anos como guia de turismo, e já desenvolvemos vários tipos de turismo e roteiros por toda a Amazônia brasileira. Nos últimos anos a gastronomia estreou como parte do turismo e tem uma ciência em si, que nos dedicamos nos últimos anos. E desenvolvimento em base profissional o turismo gastronômico, que como guia e chef, conseguimos unir laços e termos formas interessantes", ressalta.

Além das granolas, no estande, também estão disponíveis azeites com pimenta murupi e geleias regionais. Outras opções gastronômicas também estão disponíveis na VII Semana de Ciência e Tecnologia do Instituto de Ciência Exatas (SECT-ICE), que acontece até o dia 23 de outubro, no Campus Senador Artur Vírgilio, da UFAM, em Manaus.
       
Foto:Diego Oliveira/Portal Amazônica
 

As granolas estão disponíveis nos sabores Açaí com Tucumã e Guaraná, Bananas com Macarujá, Frutas com Castanha do Pará. Os pacotes com 300 gramas custam R$14, e podem se encontrados em agrofeiras de Manaus ou através do e-mail: chefffabiosilva@yahoo.com.br e telefone: (92) 98260-5892.


A Semana de Ciência e Tecnologia


Em 2019, o tema da Semana da Ciência e Tecnologia é “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”. O evento faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e reúne estudantes do ensino básico e superior, professores e pesquisadores dos cursos de exata. 


Em sua 16ª edição, a SNCT é o maior evento de popularização da ciência do Brasil. Coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, conta com a colaboração de universidades e instituições de pesquisa; escolas; institutos de ensino tecnológico, centros e museus de C&T; entidades científicas; fundações de apoio à pesquisa; parques ambientais, unidades de conservação, jardins botânicos e zoológicos; secretarias estaduais e municipais de C&T e de educação; empresas públicas e privadas; ONGs e outras entidades da sociedade civil. Em 2018, foram quase 95 mil atividades em 1.506 municípios brasileiros, envolvendo mais de 1.500 instituições.

   
Gastronomia

Gastronomia Amazônica: granolas com sabores regionais são apresentadas em Feira de Manaus

As granolas estão disponíveis nos sabores Açaí com Tucumã e Guaraná, Bananas com Macarujá, Frutas com Castanha do Pará


Com uma mistura de frutas secas, grãos, sementes e açúcar mascavo, a granola, facilmente encontrada na Escócia e Estados Unidos, vem ganhando espaço nos paladares amazonidas. Principalmente associada à energia, ela é comum durante a alimentação com açaí e vitaminas  que estão disponíveis em quiosques espalhados pela cidade. A reinvenção da granola vem associada aos produtos típicos da Amazônia, como a pupunha, a banana pacovan, o tucumã e o açaí.
     
Foto:Diego Oliveira/Portal Amazônica
 
 

Feita de forma artesanal, a granola amazônica traz os ingredientes nativos, zero-açúcar, zero-lactose, nenhum conservante e sabores com composições funcionais. Segundo chef de Fábio Silva, da Amigos da Floresta Turismo e Gastronomia, criador do produto.


"O valor nutricional de nossas granolas tem um fim específico, frutas com castanhas, vitaminas e proteínas, relaxamento muscular com banana, maracujá, a energia do açaí, e outros amores que trabalham com a termogenia do organismo como um salgado com cogumelos indígenas", conta o chef.


Ainda segundo o chef, as granolas amazônicas são parte de um circuito gastronômico da Amazônia, que tem o objetivo de unir o turismo e a gastronomia.


"A Amigos da Floresta existe a 25 anos como guia de turismo, e já desenvolvemos vários tipos de turismo e roteiros por toda a Amazônia brasileira. Nos últimos anos a gastronomia estreou como parte do turismo e tem uma ciência em si, que nos dedicamos nos últimos anos. E desenvolvimento em base profissional o turismo gastronômico, que como guia e chef, conseguimos unir laços e termos formas interessantes", ressalta.

Além das granolas, no estande, também estão disponíveis azeites com pimenta murupi e geleias regionais. Outras opções gastronômicas também estão disponíveis na VII Semana de Ciência e Tecnologia do Instituto de Ciência Exatas (SECT-ICE), que acontece até o dia 23 de outubro, no Campus Senador Artur Vírgilio, da UFAM, em Manaus.
       
Foto:Diego Oliveira/Portal Amazônica
 

As granolas estão disponíveis nos sabores Açaí com Tucumã e Guaraná, Bananas com Macarujá, Frutas com Castanha do Pará. Os pacotes com 300 gramas custam R$14, e podem se encontrados em agrofeiras de Manaus ou através do e-mail: chefffabiosilva@yahoo.com.br e telefone: (92) 98260-5892.


A Semana de Ciência e Tecnologia


Em 2019, o tema da Semana da Ciência e Tecnologia é “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”. O evento faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e reúne estudantes do ensino básico e superior, professores e pesquisadores dos cursos de exata. 


Em sua 16ª edição, a SNCT é o maior evento de popularização da ciência do Brasil. Coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, conta com a colaboração de universidades e instituições de pesquisa; escolas; institutos de ensino tecnológico, centros e museus de C&T; entidades científicas; fundações de apoio à pesquisa; parques ambientais, unidades de conservação, jardins botânicos e zoológicos; secretarias estaduais e municipais de C&T e de educação; empresas públicas e privadas; ONGs e outras entidades da sociedade civil. Em 2018, foram quase 95 mil atividades em 1.506 municípios brasileiros, envolvendo mais de 1.500 instituições.

   

TAG granolas amazonicasamazoniatucumapupunha