Publicidade

Arte

Home > Cultura > null

Festival de Ópera chega ao interior do Amazonas com atrações gratuitas, neste fim de semana

Projeto “Ópera Mirim” será apresentado em Santa Isabel do Rio Negro e comunidade indígena de Benjamin Constant

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Com apresentações gratuitas nesta sexta-feira (17) e sábado (18), o projeto “Ópera Mirim” chega aos municípios de Santa Isabel do Rio Negro e Benjamin Constant. Integrando a programação do 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO), o projeto consiste em um espetáculo de marionetes, apresentado pelo grupo Pequeno Teatro do Mundo e baseado em obras famosas do repertório operístico.

 

As apresentações serão realizadas no Ginásio Poliesportivo, em Santa Isabel, na sexta-feira (17), e na comunidade indígena Filadélfia, em Benjamin Constant, no sábado (18), ambas às 18h.

 

Formado pelos artistas Fábio Retti e Fabiana Vasconcelos, o grupo Pequeno Teatro do Mundo vai apresentar a obra “L’enfant et les Sortilèges” (“O Menino e os Sortilégios”), do compositor e pianista francês Maurice Ravel (1875-1937). Será a primeira vez do grupo no interior do Estado. Com 14 personagens manipulados, a obra traz enredo em torno de uma criança que enfrenta a revolta de bichos e objetos por sua preguiça diante dos deveres de casa.

 

Foto: Michael Dantas/SEC 

“Para nós é um momento muito rico esse de ir até as comunidades do interior. O projeto foi criado para isso, com o objetivo de acessar os lugares mais distantes e levar cultura e música para as pessoas. Estamos muito felizes com a oportunidade”, declara o artista Fábio Retti.

 

O Pequeno Teatro do Mundo é uma companhia de teatro de marionetes de fio, formada pelos artistas Fábio Retti e Fabiana Vasconcelos Barbosa, que resgata a tradição do teatro mambembe. Unindo sua expertise no teatro de animação à sua paixão pela ópera, encanta e diverte os espectadores, ao mesmo tempo em que promove uma experiência educativa e de iniciação artística, apresentando o universo da música erudita em uma linguagem popular.

 

O titular da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Eventos de Santa Isabel do Rio Negro, Bosco Souza, declarou que a participação do município na programação do FAO incentiva a formação de público e a formação cultural. “Somos um pequeno ponto no meio da floresta amazônica, mas existimos. Ter um espetáculo do Festival de Ópera foi uma grata surpresa para nós este ano, e pretendemos fortalecer esta parceria com a SEC para oferecermos mais projetos aos nossos cidadãos”, afirmou.

 

O secretário de Turismo de Benjamin Constant, Marcelo Bhacana, diz que a apresentação é inédita para a região do Alto Solimões e para o município. “Estamos bem felizes. Nunca tivemos um espetáculo de ópera nesta região, e poder levar isto para uma comunidade indígena é mostrar que podemos expandir as políticas culturais para os locais mais longínquos do Estado”.

 

O 22º FAO é uma realização do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio master do Bradesco, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura. O evento, que começou no dia 26 de abril, segue com apresentações de ópera, recitais e concertos até 30 de maio.

 

Programação em Manaus

 

‘Mulheres da Ópera’ – Neste fim de semana, a programação do FAO também inclui a estreia do espetáculo “Mulheres da Ópera”, na sexta-feira (17/05), no Centro Cultural Palácio Rio Negro, situado na avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro, às 16h. No sábado (18/05), às 19h, o espetáculo será exibido no Shopping Ponta Negra. Ambas as apresentações são gratuitas.

 

Em “Mulheres da Ópera”, as sopranos Carol Martins, Elane Monteiro, Mirian Abad e Raquel de Queiroz, e as mezzo-sopranos Kelly Fernandes e Yana Stravaganzzi, cantoras dos Corpos Artísticos do Estado, interpretam trechos de óperas que trazem personagens femininos emblemáticos, seja pela força, atitude ou pela beleza, em obras trágicas ou cômicas.

 

O espetáculo também será apresentado na Fundação Bradesco, no dia 22 de maio, às 9h30 e às 15h30; na Fundação Cecon, no dia 25, às 10h; e na Fundação Doutor Thomas, no dia 27, às 10h.

 

‘Tosca’ – Estreia do FAO no último sábado (11/05), a ópera “Tosca” volta a ser apresentada no Teatro Amazonas nesta sexta-feira (17/05), às 20h, e no domingo (19/05), às 19h.

 

Clássico do repertório operístico mundial, a obra de Giacomo Puccini narra a história da cantora Floria Tosca (Daniella Carvalho), que é apaixonada pelo pintor Mario (Fernando Portari) e sente ciúmes do amado, ao imaginar que ele tem uma amante. Na verdade, ele esconde Angelotti (Fred Oliveira), que está sendo procurado pela polícia. Até que o chefe de polícia Scarpia (Rodrigo Esteves), que deseja Tosca, prende Mario.

 

Em uma das cenas mais dramáticas, que inclui tortura e violência sexual, Scarpia promete salvar Mario da sentença de morte, em troca de uma noite com Tosca. Ela finge aceitar, mas o apunhala. A partir daí há uma sucessão de tragédias que prendem a atenção do público até o final do espetáculo.

 

Os ingressos para o FAO 2019 estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e pelo site Bilheteria Digital (www.bilheteriadigital.com/teatroamazonas), com valores que vão de R$ 2,50 a R$ 60.

 

     
Arte

Festival de Ópera chega ao interior do Amazonas com atrações gratuitas, neste fim de semana

Projeto “Ópera Mirim” será apresentado em Santa Isabel do Rio Negro e comunidade indígena de Benjamin Constant


Com apresentações gratuitas nesta sexta-feira (17) e sábado (18), o projeto “Ópera Mirim” chega aos municípios de Santa Isabel do Rio Negro e Benjamin Constant. Integrando a programação do 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO), o projeto consiste em um espetáculo de marionetes, apresentado pelo grupo Pequeno Teatro do Mundo e baseado em obras famosas do repertório operístico.

 

As apresentações serão realizadas no Ginásio Poliesportivo, em Santa Isabel, na sexta-feira (17), e na comunidade indígena Filadélfia, em Benjamin Constant, no sábado (18), ambas às 18h.

 

Formado pelos artistas Fábio Retti e Fabiana Vasconcelos, o grupo Pequeno Teatro do Mundo vai apresentar a obra “L’enfant et les Sortilèges” (“O Menino e os Sortilégios”), do compositor e pianista francês Maurice Ravel (1875-1937). Será a primeira vez do grupo no interior do Estado. Com 14 personagens manipulados, a obra traz enredo em torno de uma criança que enfrenta a revolta de bichos e objetos por sua preguiça diante dos deveres de casa.

 

Foto: Michael Dantas/SEC 

“Para nós é um momento muito rico esse de ir até as comunidades do interior. O projeto foi criado para isso, com o objetivo de acessar os lugares mais distantes e levar cultura e música para as pessoas. Estamos muito felizes com a oportunidade”, declara o artista Fábio Retti.

 

O Pequeno Teatro do Mundo é uma companhia de teatro de marionetes de fio, formada pelos artistas Fábio Retti e Fabiana Vasconcelos Barbosa, que resgata a tradição do teatro mambembe. Unindo sua expertise no teatro de animação à sua paixão pela ópera, encanta e diverte os espectadores, ao mesmo tempo em que promove uma experiência educativa e de iniciação artística, apresentando o universo da música erudita em uma linguagem popular.

 

O titular da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Eventos de Santa Isabel do Rio Negro, Bosco Souza, declarou que a participação do município na programação do FAO incentiva a formação de público e a formação cultural. “Somos um pequeno ponto no meio da floresta amazônica, mas existimos. Ter um espetáculo do Festival de Ópera foi uma grata surpresa para nós este ano, e pretendemos fortalecer esta parceria com a SEC para oferecermos mais projetos aos nossos cidadãos”, afirmou.

 

O secretário de Turismo de Benjamin Constant, Marcelo Bhacana, diz que a apresentação é inédita para a região do Alto Solimões e para o município. “Estamos bem felizes. Nunca tivemos um espetáculo de ópera nesta região, e poder levar isto para uma comunidade indígena é mostrar que podemos expandir as políticas culturais para os locais mais longínquos do Estado”.

 

O 22º FAO é uma realização do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio master do Bradesco, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura. O evento, que começou no dia 26 de abril, segue com apresentações de ópera, recitais e concertos até 30 de maio.

 

Programação em Manaus

 

‘Mulheres da Ópera’ – Neste fim de semana, a programação do FAO também inclui a estreia do espetáculo “Mulheres da Ópera”, na sexta-feira (17/05), no Centro Cultural Palácio Rio Negro, situado na avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro, às 16h. No sábado (18/05), às 19h, o espetáculo será exibido no Shopping Ponta Negra. Ambas as apresentações são gratuitas.

 

Em “Mulheres da Ópera”, as sopranos Carol Martins, Elane Monteiro, Mirian Abad e Raquel de Queiroz, e as mezzo-sopranos Kelly Fernandes e Yana Stravaganzzi, cantoras dos Corpos Artísticos do Estado, interpretam trechos de óperas que trazem personagens femininos emblemáticos, seja pela força, atitude ou pela beleza, em obras trágicas ou cômicas.

 

O espetáculo também será apresentado na Fundação Bradesco, no dia 22 de maio, às 9h30 e às 15h30; na Fundação Cecon, no dia 25, às 10h; e na Fundação Doutor Thomas, no dia 27, às 10h.

 

‘Tosca’ – Estreia do FAO no último sábado (11/05), a ópera “Tosca” volta a ser apresentada no Teatro Amazonas nesta sexta-feira (17/05), às 20h, e no domingo (19/05), às 19h.

 

Clássico do repertório operístico mundial, a obra de Giacomo Puccini narra a história da cantora Floria Tosca (Daniella Carvalho), que é apaixonada pelo pintor Mario (Fernando Portari) e sente ciúmes do amado, ao imaginar que ele tem uma amante. Na verdade, ele esconde Angelotti (Fred Oliveira), que está sendo procurado pela polícia. Até que o chefe de polícia Scarpia (Rodrigo Esteves), que deseja Tosca, prende Mario.

 

Em uma das cenas mais dramáticas, que inclui tortura e violência sexual, Scarpia promete salvar Mario da sentença de morte, em troca de uma noite com Tosca. Ela finge aceitar, mas o apunhala. A partir daí há uma sucessão de tragédias que prendem a atenção do público até o final do espetáculo.

 

Os ingressos para o FAO 2019 estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e pelo site Bilheteria Digital (www.bilheteriadigital.com/teatroamazonas), com valores que vão de R$ 2,50 a R$ 60.

 

     

TAG Festival Amazonas de Operainterior do amazonascultura