Publicidade

Agenda

Festival da Cultura Popular começa nesta quarta, no parque dos Bilhares, em Manaus

O evento contará com apresentações diárias de grupos de danças folclóricas, quadrilhas juninas, cirandas e boi-bumbás.


O parque Ponte dos Bilhares sediará, de 12 a 16 de junho, o I Festival da Cultura Popular de Manaus, com a finalidade de promover o resgate das diversas manifestações culturais populares. O evento contará com apresentações diárias de grupos de danças folclóricas, quadrilhas juninas, cirandas e boi-bumbás e é uma realização do Grupo de Acesso Oficial da Cultura Popular. As apresentações acontecerão na praça da Fogueira, na segunda etapa do parque, com acesso pela avenida Constantino Nery, das 18h às 22h.


O evento é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e Conselho Municipal de Cultura (Concultura).
Foto:Divulgação


No total, 25 grupos participantes estarão distribuídos ao longo dos cinco dias da programação, sendo cinco grupos a cada dia. As apresentações começam às 18h, mas a praça de alimentação com as barracas de comidas típicas estará funcionando a partir das 16h. Cada apresentação terá, no máximo, 40 minutos de duração.


Um dos coordenadores do evento, o conselheiro do Concultura, Dudson Carvalho, explica que a proposta do festival é a de promover o resgate da cultura popular em suas diversas formas de manifestação e não apenas realizar a disputa entre quadrilhas como acontece na maioria dos festivais folclóricos. “A ideia nasceu de uma proposta dos representantes dos segmentos de cultura popular no conselho de termos um evento que reunisse as diversas manifestações culturais populares, em torno das tradições juninas, e o Concultura abraçou a ideia com a finalidade de colocar o Festival da Cultura Popular no calendário cultural do município”, explica Dudson.


Foto: Divulgação

O evento conta com o apoio da Ciclopatrulha da Polícia Militar, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU). Estarão participando os grupos de cangaço (Cabras de Lampião), capoeira (Amigos da ZL e ABC), maracatus (Manto Azul), bois-bumbás (Boi Branquinho e Galante), e quadrilhas tradicionais como Jack na Roça, Gold na Roça, Reino Unido, Rosas da Noite, Brotinhos do Petrópolis e Brotinhos do Coroado.


De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, a realização do festival acontece num momento importante, que é o do resgate da credibilidade na segurança do parque. “Desde a implantação do Ciclopatrulhamento da Polícia Militar, juntamente com o reforço da Guarda Municipal, por determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, conseguimos praticamente zerar as ocorrências de furtos no parque e trouxemos de volta a tranquilidade para os frequentadores e a rotina de atividades esportivas e de entretenimento, entre as quais o Festival de Cultura Popular”, afirmou o secretário Antonio Nelson.





Agenda

Home > Cultura > null

Festival da Cultura Popular começa nesta quarta, no parque dos Bilhares, em Manaus

O evento contará com apresentações diárias de grupos de danças folclóricas, quadrilhas juninas, cirandas e boi-bumbás.

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


O parque Ponte dos Bilhares sediará, de 12 a 16 de junho, o I Festival da Cultura Popular de Manaus, com a finalidade de promover o resgate das diversas manifestações culturais populares. O evento contará com apresentações diárias de grupos de danças folclóricas, quadrilhas juninas, cirandas e boi-bumbás e é uma realização do Grupo de Acesso Oficial da Cultura Popular. As apresentações acontecerão na praça da Fogueira, na segunda etapa do parque, com acesso pela avenida Constantino Nery, das 18h às 22h.


O evento é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e Conselho Municipal de Cultura (Concultura).
Foto:Divulgação


No total, 25 grupos participantes estarão distribuídos ao longo dos cinco dias da programação, sendo cinco grupos a cada dia. As apresentações começam às 18h, mas a praça de alimentação com as barracas de comidas típicas estará funcionando a partir das 16h. Cada apresentação terá, no máximo, 40 minutos de duração.


Um dos coordenadores do evento, o conselheiro do Concultura, Dudson Carvalho, explica que a proposta do festival é a de promover o resgate da cultura popular em suas diversas formas de manifestação e não apenas realizar a disputa entre quadrilhas como acontece na maioria dos festivais folclóricos. “A ideia nasceu de uma proposta dos representantes dos segmentos de cultura popular no conselho de termos um evento que reunisse as diversas manifestações culturais populares, em torno das tradições juninas, e o Concultura abraçou a ideia com a finalidade de colocar o Festival da Cultura Popular no calendário cultural do município”, explica Dudson.


Foto: Divulgação

O evento conta com o apoio da Ciclopatrulha da Polícia Militar, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU). Estarão participando os grupos de cangaço (Cabras de Lampião), capoeira (Amigos da ZL e ABC), maracatus (Manto Azul), bois-bumbás (Boi Branquinho e Galante), e quadrilhas tradicionais como Jack na Roça, Gold na Roça, Reino Unido, Rosas da Noite, Brotinhos do Petrópolis e Brotinhos do Coroado.


De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, a realização do festival acontece num momento importante, que é o do resgate da credibilidade na segurança do parque. “Desde a implantação do Ciclopatrulhamento da Polícia Militar, juntamente com o reforço da Guarda Municipal, por determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, conseguimos praticamente zerar as ocorrências de furtos no parque e trouxemos de volta a tranquilidade para os frequentadores e a rotina de atividades esportivas e de entretenimento, entre as quais o Festival de Cultura Popular”, afirmou o secretário Antonio Nelson.




TAG Festival da Cultura Popular manaus parque dos bilharesmanaus boi-bumbacirandas