Publicidade

Famosos

Emilly paga tratamento de fã que gastou R$ 1,2 mil votando no BBB

Assistência a fã vinha sendo feita em sigilo pela campeã do reality show

Portal Amazônia, com informações do iBahia

jornalismo@portalamazonia.com


Após gastar R$ 1,2 mil em ligações para que Emilly Araújo ganhasse o 'BBB 17', a dona de casa Luciene Santiago, de 47 anos, se tornou amiga da ex-sister e tem recebido ajuda financeira da gaúcha. A gêmea arca com o tratamento que a moradora de Jacarepaguá tem feito para perder peso e também compra os remédios dela, que é hipertensa e diabética.  
Foto: Reprodução/iBahia
"Sofri recentemente um derrame isquêmico e fiquei internada por seis dias na UTI de um hospital, entre a vida e a morte, e não tinha dinheiro para comprar os remédios. A Emilly comprou todos e também conseguiu um tratamento para eu emagrecer. Ela ainda paga a minha hidroginástica", revela Luciene, que graças à ajuda da ex-BBB já conseguiu eliminar 18,6 quilos. "Os médicos disseram que eu tinha que perder peso, pois eu estava correndo risco de morte".

A assistência vem sendo feita em sigilo, tanto que a ex-BBB não quis comentar o assunto. "Muita gente critica a Emilly, mas não imagina o tamanho do coração dela. Ela é uma filha para mim, e eu nunca pedi nada. Mas se hoje eu estou viva, eu devo a ela".

Mãe de duas filhas, de 10 e 24 anos, Luciene é casada com um ajudante de carga numa loja de material de construção e mora de aluguel numa casa em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Humilde, ela sofre de diabetes e é hipertensa e cardiopata e vê em Emilly a filha Maria Clara, que morreu no final de 2016, aos 19 anos, após lutar contra uma leucemia. Segundo ela, a jovem parecia bastante com a campeã do 'BBB 17'. Saiba mais no iBahia

Famosos

Home > Cultura > null

Emilly paga tratamento de fã que gastou R$ 1,2 mil votando no BBB

Assistência a fã vinha sendo feita em sigilo pela campeã do reality show

Portal Amazônia, com informações do iBahia

jornalismo@portalamazonia.com


Após gastar R$ 1,2 mil em ligações para que Emilly Araújo ganhasse o 'BBB 17', a dona de casa Luciene Santiago, de 47 anos, se tornou amiga da ex-sister e tem recebido ajuda financeira da gaúcha. A gêmea arca com o tratamento que a moradora de Jacarepaguá tem feito para perder peso e também compra os remédios dela, que é hipertensa e diabética.  
Foto: Reprodução/iBahia
"Sofri recentemente um derrame isquêmico e fiquei internada por seis dias na UTI de um hospital, entre a vida e a morte, e não tinha dinheiro para comprar os remédios. A Emilly comprou todos e também conseguiu um tratamento para eu emagrecer. Ela ainda paga a minha hidroginástica", revela Luciene, que graças à ajuda da ex-BBB já conseguiu eliminar 18,6 quilos. "Os médicos disseram que eu tinha que perder peso, pois eu estava correndo risco de morte".

A assistência vem sendo feita em sigilo, tanto que a ex-BBB não quis comentar o assunto. "Muita gente critica a Emilly, mas não imagina o tamanho do coração dela. Ela é uma filha para mim, e eu nunca pedi nada. Mas se hoje eu estou viva, eu devo a ela".

Mãe de duas filhas, de 10 e 24 anos, Luciene é casada com um ajudante de carga numa loja de material de construção e mora de aluguel numa casa em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Humilde, ela sofre de diabetes e é hipertensa e cardiopata e vê em Emilly a filha Maria Clara, que morreu no final de 2016, aos 19 anos, após lutar contra uma leucemia. Segundo ela, a jovem parecia bastante com a campeã do 'BBB 17'. Saiba mais no iBahia

TAG Emilly Araujoex-bbb