TV

Com 58% dos votos, Emilly Araújo vence a 17ª edição do Big Brother Brasil

A gaúcha disputou a preferência do público com a amazonense Vivian Amorim e Ieda Wobeto


A gaúcha Emilly Araújo ganhou a 17ª edição do Big Brother Brasil e se tornou mais nova milionária do pedaço. Com 58% dos votos, a jovem ganhou o prêmio de R$ 1,5 milhão. Emilly disputou a preferência do público com a Amazonense Vivian Amorim, que garantiu a segunda colocação, e Ieda Wobeto, a terceira finalista. 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Reprodução/TV Globo

 

 

Emilly entrou na casa do Big Brother Brasil com sua irmã gêmea Mayla, com quem disputou a permanência no jogo. No decorrer da disputa, a jovem gaúcha se envolveu com o médico Marcos Harter, e por causa do seu comportamento passou a ser alvo dos confinados na casa. Emilly enfrentou quatro paredões, ganhou o colar do anjo uma vez e conseguiu a liderança três vezes.

 

Relacionamento conturbado

 

Além de conquistar desafetos na casa, Emilly também viveu um conturbado relacionamento com Marcos. O casal discutiu várias vezes, oras por ciúmes da gaúcha, outras por causa do comportamento controlador do médico. A última briga do casal causou tanta repercussão que a direção do programa decidiu expulsar Marcos antes da final, deixando Emilly inconsolável. 


TV

Com 58% dos votos, Emilly Araújo vence a 17ª edição do Big Brother Brasil

A gaúcha disputou a preferência do público com a amazonense Vivian Amorim e Ieda Wobeto

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A gaúcha Emilly Araújo ganhou a 17ª edição do Big Brother Brasil e se tornou mais nova milionária do pedaço. Com 58% dos votos, a jovem ganhou o prêmio de R$ 1,5 milhão. Emilly disputou a preferência do público com a Amazonense Vivian Amorim, que garantiu a segunda colocação, e Ieda Wobeto, a terceira finalista. 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Reprodução/TV Globo

 

 

Emilly entrou na casa do Big Brother Brasil com sua irmã gêmea Mayla, com quem disputou a permanência no jogo. No decorrer da disputa, a jovem gaúcha se envolveu com o médico Marcos Harter, e por causa do seu comportamento passou a ser alvo dos confinados na casa. Emilly enfrentou quatro paredões, ganhou o colar do anjo uma vez e conseguiu a liderança três vezes.

 

Relacionamento conturbado

 

Além de conquistar desafetos na casa, Emilly também viveu um conturbado relacionamento com Marcos. O casal discutiu várias vezes, oras por ciúmes da gaúcha, outras por causa do comportamento controlador do médico. A última briga do casal causou tanta repercussão que a direção do programa decidiu expulsar Marcos antes da final, deixando Emilly inconsolável. 

TAG Big Brother Brasil