Publicidade

Gastronomia

Chef dá dicas de como acrescentar itens amazônicos à ceia de Natal; confira

Sugestões da chef de cozinha Silvana Alves incluem pirarucu, tambaqui, farofa regional, tucumã, açaí, dentre outros


Com a proximidade do Natal, muitas famílias já estão a todo vapor com os preparativos do cardápio da ceia do dia 24 de dezembro. Para quem quer economizar, mas sem perder o sabor e a sofisticação dos pratos, uma dica é substituir alguns alimentos e acrescentar itens amazônicos à ceia de Natal.

A chef e professora do curso de Gastronomia da UniNorte, Silvana Alves, diz que a regionalização da ceia é uma tendência cada vez mais crescente, porque mistura sabores tradicionais com outros exclusivos da região. “Ousar e usar a criatividade são as palavras chaves para oferecer uma ceia diferenciada, saudável e gostosa para os convidados”, ressaltou.

Conheça 11 peixarias de Manaus

Segundo Silvana, os alimentos amazônicos são ricos em antioxidantes, vitaminas, minerais e fibras que são benéficas para a saúde. O bacalhau, por exemplo, pode ser substituído pelo pirarucu salgado. Outro peixe que pode ser usado é o tambaqui, servido como aperitivo em forma de bolinho, acompanhado de patê de tucumã.
 
 
Foto: Reprodução
 
O peru, ave típica natalina, pode ter um toque regional se for acompanhado de uma farofa de farinha do Uarini, queijo coalho e banana pacovã frita. O arroz natalino tradicional, geralmente feito com uva passas ou nozes, pode ser feito com castanha do Brasil torrada em lascas.

Natal: confira o horário de funcionamento de shoppings e comércio de Manaus

Silvana explica que até as sobremesas podem ser preparadas com itens amazônicos. A famosa Taça da Felicidade, tradicionalmente consumida nessa época do ano, é feita com camadas de frutas, creme de confeiteiro e pudim. A sugestão para regionalizar é usar o creme de cupuaçu e o pudim aromatizado com cumaru. Outra opção de sobremesa gelada é o mousse de açaí com tapioca, substituindo o mousse de chocolate tradicional.

Confira mais sugestões:

Entrada

- Bolinho de Tambaqui (bolinho frito feito com  picadinho de Tambaqui, Cará e cheiro verde);

- Patê de Tucumã (Patê feito com polpa de tucumã, creme de leite e requeijão).

Alimentação saudável: saiba como escolher e armazenar frutas da forma certa

Ceia

- Pirarucu gratinado (Pirarucu salgado em lascas, batata portuguesa, molho branco e queijo coalho);

- Peru recheado com farofa regional (Peru recheado com farofa de farinha do Uarini, queijo coalho regional e banana Pacovã frita);

- Arroz com Castanha do Brasil (Arroz misturado com Castanha do Brasil torrada em lascas);

Sobremesa

- Taça da felicidade regional (Sobremesa gelada feita com abacaxi, maçã, uva, creme de cupuaçu, pudim de cumaru e praliné de castanha do Brasil);

- Mousse de Açaí com tapioca (Sobremesa gelada feita com polpa de açaí, farinha de tapioca e merengue italiano).

Gastronomia

Home > Cultura > null

Chef dá dicas de como acrescentar itens amazônicos à ceia de Natal; confira

Sugestões da chef de cozinha Silvana Alves incluem pirarucu, tambaqui, farofa regional, tucumã, açaí, dentre outros

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Com a proximidade do Natal, muitas famílias já estão a todo vapor com os preparativos do cardápio da ceia do dia 24 de dezembro. Para quem quer economizar, mas sem perder o sabor e a sofisticação dos pratos, uma dica é substituir alguns alimentos e acrescentar itens amazônicos à ceia de Natal.

A chef e professora do curso de Gastronomia da UniNorte, Silvana Alves, diz que a regionalização da ceia é uma tendência cada vez mais crescente, porque mistura sabores tradicionais com outros exclusivos da região. “Ousar e usar a criatividade são as palavras chaves para oferecer uma ceia diferenciada, saudável e gostosa para os convidados”, ressaltou.

Conheça 11 peixarias de Manaus

Segundo Silvana, os alimentos amazônicos são ricos em antioxidantes, vitaminas, minerais e fibras que são benéficas para a saúde. O bacalhau, por exemplo, pode ser substituído pelo pirarucu salgado. Outro peixe que pode ser usado é o tambaqui, servido como aperitivo em forma de bolinho, acompanhado de patê de tucumã.
 
 
Foto: Reprodução
 
O peru, ave típica natalina, pode ter um toque regional se for acompanhado de uma farofa de farinha do Uarini, queijo coalho e banana pacovã frita. O arroz natalino tradicional, geralmente feito com uva passas ou nozes, pode ser feito com castanha do Brasil torrada em lascas.

Natal: confira o horário de funcionamento de shoppings e comércio de Manaus

Silvana explica que até as sobremesas podem ser preparadas com itens amazônicos. A famosa Taça da Felicidade, tradicionalmente consumida nessa época do ano, é feita com camadas de frutas, creme de confeiteiro e pudim. A sugestão para regionalizar é usar o creme de cupuaçu e o pudim aromatizado com cumaru. Outra opção de sobremesa gelada é o mousse de açaí com tapioca, substituindo o mousse de chocolate tradicional.

Confira mais sugestões:

Entrada

- Bolinho de Tambaqui (bolinho frito feito com  picadinho de Tambaqui, Cará e cheiro verde);

- Patê de Tucumã (Patê feito com polpa de tucumã, creme de leite e requeijão).

Alimentação saudável: saiba como escolher e armazenar frutas da forma certa

Ceia

- Pirarucu gratinado (Pirarucu salgado em lascas, batata portuguesa, molho branco e queijo coalho);

- Peru recheado com farofa regional (Peru recheado com farofa de farinha do Uarini, queijo coalho regional e banana Pacovã frita);

- Arroz com Castanha do Brasil (Arroz misturado com Castanha do Brasil torrada em lascas);

Sobremesa

- Taça da felicidade regional (Sobremesa gelada feita com abacaxi, maçã, uva, creme de cupuaçu, pudim de cumaru e praliné de castanha do Brasil);

- Mousse de Açaí com tapioca (Sobremesa gelada feita com polpa de açaí, farinha de tapioca e merengue italiano).

TAG ceia de natalceiacomida amazonica