Variedades

Cantora do Amapá busca ajuda para encontrar mini trio furtado

Taty Taylor oferece recompensa por informações ou localização da estrutura que usa em festas e foi roubado de sua casa

Portal Amazônia, com informações do G1 Amapá

jornalismo@portalamazonia.com


 

 

Taty Taylor e o mini trio elétrico. Foto: Taty Taylor/Arquivo Pessoal

 

Por meio das redes sociais, a cantora e empresária Taty Taylor, de 30 anos, busca informações sobre o paradeiro de um mini trio elétrico que ela usava em apresentações musicais e que foi roubado na madrugada de domingo (5). O mini trio foi roubado do quintal da casa dela, no bairro Jardim, Zona Norte de Macapá, no Amapá. As informações são do G1 Amapá.

“Roubaram na madrugada de sábado (4) para domingo (5), enquanto eu estava trabalhando. Eles pegaram do depósito, que é aberto, mas a gente nunca imaginou que algo imenso fosse ser levado e o cara teria coragem de andar com ele na rua”, disse Taty, que atua há 15 anos como cantora no Amapá.

O mini trio elétrico, orçado em R$ 4,5 mil, era usado pela artista há um ano, principalmente em festas infantis. Com jogo de iluminação, volante e rodinhas, ele foi usado pela última vez no carnaval de 2017. A cantora anunciou nas redes sociais o roubo e oferece recompensa para quem passar informações ou até mesmo a localização do equipamento.

 

 

Cantora pediu ajuda nas redes sociais. Foto: Reprodução/Facebook

 

“Esse mini trio faz a festa com as crianças, elas adoram quando a gente faz a festa de carnaval, infantil. As noivas pedem, e em formaturas também. É exclusivo para o trabalho mesmo. Todos estão mobilizados, as mães das crianças estão lamentando muito. As noivas também, tinha até uma querendo ele no casamento dela. Quem levou não tem noção do prejuízo, que foi mais emocional”, lamentou Taty Taylor.

A cantora acredita que o mini trio elétrico esteja escondido em bairros próximos da casa dela, na Zona Norte. Ela disse ainda que, com a ajuda de imagens das câmeras de monitoramento dos vizinhos, vai registrar um boletim de ocorrências na delegacia ainda nesta terça-feira (7), para tentar encontrar o suspeito. Além da estrutura, também foram roubados tapetes de Taty, que estavam no quintal.


Variedades

Cantora do Amapá busca ajuda para encontrar mini trio furtado

Taty Taylor oferece recompensa por informações ou localização da estrutura que usa em festas e foi roubado de sua casa

Portal Amazônia, com informações do G1 Amapá

jornalismo@portalamazonia.com


 

 

Taty Taylor e o mini trio elétrico. Foto: Taty Taylor/Arquivo Pessoal

 

Por meio das redes sociais, a cantora e empresária Taty Taylor, de 30 anos, busca informações sobre o paradeiro de um mini trio elétrico que ela usava em apresentações musicais e que foi roubado na madrugada de domingo (5). O mini trio foi roubado do quintal da casa dela, no bairro Jardim, Zona Norte de Macapá, no Amapá. As informações são do G1 Amapá.

“Roubaram na madrugada de sábado (4) para domingo (5), enquanto eu estava trabalhando. Eles pegaram do depósito, que é aberto, mas a gente nunca imaginou que algo imenso fosse ser levado e o cara teria coragem de andar com ele na rua”, disse Taty, que atua há 15 anos como cantora no Amapá.

O mini trio elétrico, orçado em R$ 4,5 mil, era usado pela artista há um ano, principalmente em festas infantis. Com jogo de iluminação, volante e rodinhas, ele foi usado pela última vez no carnaval de 2017. A cantora anunciou nas redes sociais o roubo e oferece recompensa para quem passar informações ou até mesmo a localização do equipamento.

 

 

Cantora pediu ajuda nas redes sociais. Foto: Reprodução/Facebook

 

“Esse mini trio faz a festa com as crianças, elas adoram quando a gente faz a festa de carnaval, infantil. As noivas pedem, e em formaturas também. É exclusivo para o trabalho mesmo. Todos estão mobilizados, as mães das crianças estão lamentando muito. As noivas também, tinha até uma querendo ele no casamento dela. Quem levou não tem noção do prejuízo, que foi mais emocional”, lamentou Taty Taylor.

A cantora acredita que o mini trio elétrico esteja escondido em bairros próximos da casa dela, na Zona Norte. Ela disse ainda que, com a ajuda de imagens das câmeras de monitoramento dos vizinhos, vai registrar um boletim de ocorrências na delegacia ainda nesta terça-feira (7), para tentar encontrar o suspeito. Além da estrutura, também foram roubados tapetes de Taty, que estavam no quintal.

TAG MacapáAmaparoubo