Publicidade

Variedades

Home > Cultura > null

Boto Tucuxi vence Çairé 2015, no Pará

O Tucuxi apresentou o tema "O encanto da Amazônia" e obteve 475 pontos da comissão julgadora

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará


BELÉM - Com 475 pontos, o Boto Tucuxi sagrou-se como campeão do Çairé 2015. A competição entre os botos Tucuxi e Cor de Rosa integra acontece no Çairódromo desde 1999, na vila de Alter do Chão, a 37 quilômetros de Santarém, no Pará. O resultado saiu na noite de segunda-feira (21), após uma hora de apuração acompanhada por representantes das duas agremiações. Pela manhã, o ritual de derrubada dos mastros marcou o encerramento das celebrações religiosas em honra ao Divino Espírito Santo, representado pelo símbolo maior o evento: o arco do Çairé.As duas apresentações dos botos foram avaliadas por três jurados de fora do município. Eles pontuaram os dois botos em 16 itens de destaques: Apresentador, Cantador, Rainha do Sairé, Cabocla Borari, Curandeiro, Rainha do Artesanato, Boto Homem Encantador, Boto Animal, Rainha do Lago Verde, Carimbó, Organização do conjunto folclórico, Alegorias, Letra e música, Ritual e Torcida, Evolução e Sedução.Çairé 2015O Tucuxi foi o primeiro a se apresentar com o tema "O encanto da Amazônia". "Essa vitória é fruto de um trabalho que mobilizou uma grande equipe. Estamos muito felizes e a hora é de agradecemos a todos que nos ajudaram. É importante destacar que o galpão que nos serve de sede e foi entregue pelo governo do Estado foi essecial para que tivéssemos condição de mostrar um trabalho de qualidade", destacou o presidente Edilberto Ferreira.O boto Cor de Rosa, que vinha de um bicampeonato, saudou o grupo vencedor e disse que os trabalhos no galpão da equipe serão retomados em algumas semanas já pensando no Çairé 2016. "Parabéns ao boto vencedor. Dessa vez, não deu pra gente, mas vamos retomar nossa produção de olho no festival do ano que vem. Somos a equipe com maior número de títulos e vamos lutar para continuar honrando esse mérito", afirmou o presidente Nivaldo Coelho.O Festival dos Botos, que representa o lado profano da Festa do Çairé, aconteceu na noite do último sábado, 19. O Cor de Rosa foi o primeiro a se apresentar e levou para o Lago dos Botos o tema "Carimbó, a festança do Çairé". Mais de 700 brincantes e oito alegorias contaram a história do ritmo que já está incorporado ao DNA paraense e que se tornou, em setembro de 2014, Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil: o carimbó.O Tucuxi foi o segundo a se apresentar defendendo o tema "O encanto da Amazônia". O boto abusou das cores e levou mais de 700 brincantes para o Çairódromo. A encenação de um ritual de iniciação indígena abriu a apresentação, marcada pela utilização de alegorias gigantescas. Uma enorme barca trouxe o símbolo do Divino Espírito Santo e de dentro dela saiu a Rainha do Çairé, interpretada por Ana Lucila. A cena lembrou o rito religioso do Çairé, onde a Saraipora carrega o arco da Santíssima Trindade, símbolo máximo da festa.A comissão organizadora da festa estima que mais de 120 mil pessoas tenham passado pelo balneário durante o festival deste ano. O balanço e a divulgação do resultados das pesquisas de público serão divulgados no próximo dia 28.
Variedades

Boto Tucuxi vence Çairé 2015, no Pará

O Tucuxi apresentou o tema "O encanto da Amazônia" e obteve 475 pontos da comissão julgadora

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará


BELÉM - Com 475 pontos, o Boto Tucuxi sagrou-se como campeão do Çairé 2015. A competição entre os botos Tucuxi e Cor de Rosa integra acontece no Çairódromo desde 1999, na vila de Alter do Chão, a 37 quilômetros de Santarém, no Pará. O resultado saiu na noite de segunda-feira (21), após uma hora de apuração acompanhada por representantes das duas agremiações. Pela manhã, o ritual de derrubada dos mastros marcou o encerramento das celebrações religiosas em honra ao Divino Espírito Santo, representado pelo símbolo maior o evento: o arco do Çairé.As duas apresentações dos botos foram avaliadas por três jurados de fora do município. Eles pontuaram os dois botos em 16 itens de destaques: Apresentador, Cantador, Rainha do Sairé, Cabocla Borari, Curandeiro, Rainha do Artesanato, Boto Homem Encantador, Boto Animal, Rainha do Lago Verde, Carimbó, Organização do conjunto folclórico, Alegorias, Letra e música, Ritual e Torcida, Evolução e Sedução.Çairé 2015O Tucuxi foi o primeiro a se apresentar com o tema "O encanto da Amazônia". "Essa vitória é fruto de um trabalho que mobilizou uma grande equipe. Estamos muito felizes e a hora é de agradecemos a todos que nos ajudaram. É importante destacar que o galpão que nos serve de sede e foi entregue pelo governo do Estado foi essecial para que tivéssemos condição de mostrar um trabalho de qualidade", destacou o presidente Edilberto Ferreira.O boto Cor de Rosa, que vinha de um bicampeonato, saudou o grupo vencedor e disse que os trabalhos no galpão da equipe serão retomados em algumas semanas já pensando no Çairé 2016. "Parabéns ao boto vencedor. Dessa vez, não deu pra gente, mas vamos retomar nossa produção de olho no festival do ano que vem. Somos a equipe com maior número de títulos e vamos lutar para continuar honrando esse mérito", afirmou o presidente Nivaldo Coelho.O Festival dos Botos, que representa o lado profano da Festa do Çairé, aconteceu na noite do último sábado, 19. O Cor de Rosa foi o primeiro a se apresentar e levou para o Lago dos Botos o tema "Carimbó, a festança do Çairé". Mais de 700 brincantes e oito alegorias contaram a história do ritmo que já está incorporado ao DNA paraense e que se tornou, em setembro de 2014, Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil: o carimbó.O Tucuxi foi o segundo a se apresentar defendendo o tema "O encanto da Amazônia". O boto abusou das cores e levou mais de 700 brincantes para o Çairódromo. A encenação de um ritual de iniciação indígena abriu a apresentação, marcada pela utilização de alegorias gigantescas. Uma enorme barca trouxe o símbolo do Divino Espírito Santo e de dentro dela saiu a Rainha do Çairé, interpretada por Ana Lucila. A cena lembrou o rito religioso do Çairé, onde a Saraipora carrega o arco da Santíssima Trindade, símbolo máximo da festa.A comissão organizadora da festa estima que mais de 120 mil pessoas tenham passado pelo balneário durante o festival deste ano. O balanço e a divulgação do resultados das pesquisas de público serão divulgados no próximo dia 28.

TAG