Publicidade

Variedades

Belém é cenário de romance escrito por autor de São Paulo

Em contato com a capital do Pará nos últimos 30 anos, Domício Pacheco e Silva escreveu 'Névoa de superfície'


Uma viagem à atmosfera de Belém do Pará, junto aos meandros da Floresta Amazônica. Uma história que acontece a partir dos anos 1980, com aspectos marcantes de um amor do passado, que se mistura ao presente e ao futuro dos personagens. Este é tema do livro 'Névoa de superfície', primeiro romance do advogado paulista Domício Pacheco e Silva, lançado pela editora Terceiro Nome.

Na trama, o paulista Pérsio Ângelo da Silveira e a cantora Isadora Solitude se apaixonam em Belém do Pará, mas separam-se quando ela se muda para a Europa, reencontrando-se anos depois. Pérsio transita por intensos questionamentos e até por uma fuga da realidade, trazendo ao leitor uma reflexão sobre suas próprias certezas em uma história de amor.

“Tanto os personagens como a trama, embora sejam produtos exclusivos de minha imaginação, têm uma base sólida na realidade. Inspirei-me em lugares e pessoas que existem ou existiram; em situações que vivi ou testemunhei e em fatos que me foram narrados ou presenciei”, afirma Pacheco e Silva.

Traços culturais do Norte do país são explorados na narrativa em 168 páginas. “Também me inspiraram os poemas, as canções e as lendas amazônicas, sem falar nos pratos da culinária que o homem paraense desentranha da floresta todos os dias, há centenas de anos”, conta o autor.

Silva esteve no Pará em diversas ocasiões nos últimos 30 anos. "Fui a trabalho, depois a passeio, e finalmente para pesquisas. Mergulhei durante os últimos cinco anos em estudos sobre a região. O livro é uma tentativa de mostrar um pouco da Amazônia paraense que eu tive a oportunidade de ver, ouvir, respirar e sentir desde o início dos anos de 1980”, explica. É possível encontrar a obra em livrarias como a Martins Fontes Paulista e a Livraria Cultura, por R$ 39.
     
Foto: Divulgação
 

Variedades

Home > Cultura > null

Belém é cenário de romance escrito por autor de São Paulo

Em contato com a capital do Pará nos últimos 30 anos, Domício Pacheco e Silva escreveu 'Névoa de superfície'

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Uma viagem à atmosfera de Belém do Pará, junto aos meandros da Floresta Amazônica. Uma história que acontece a partir dos anos 1980, com aspectos marcantes de um amor do passado, que se mistura ao presente e ao futuro dos personagens. Este é tema do livro 'Névoa de superfície', primeiro romance do advogado paulista Domício Pacheco e Silva, lançado pela editora Terceiro Nome.

Na trama, o paulista Pérsio Ângelo da Silveira e a cantora Isadora Solitude se apaixonam em Belém do Pará, mas separam-se quando ela se muda para a Europa, reencontrando-se anos depois. Pérsio transita por intensos questionamentos e até por uma fuga da realidade, trazendo ao leitor uma reflexão sobre suas próprias certezas em uma história de amor.

“Tanto os personagens como a trama, embora sejam produtos exclusivos de minha imaginação, têm uma base sólida na realidade. Inspirei-me em lugares e pessoas que existem ou existiram; em situações que vivi ou testemunhei e em fatos que me foram narrados ou presenciei”, afirma Pacheco e Silva.

Traços culturais do Norte do país são explorados na narrativa em 168 páginas. “Também me inspiraram os poemas, as canções e as lendas amazônicas, sem falar nos pratos da culinária que o homem paraense desentranha da floresta todos os dias, há centenas de anos”, conta o autor.

Silva esteve no Pará em diversas ocasiões nos últimos 30 anos. "Fui a trabalho, depois a passeio, e finalmente para pesquisas. Mergulhei durante os últimos cinco anos em estudos sobre a região. O livro é uma tentativa de mostrar um pouco da Amazônia paraense que eu tive a oportunidade de ver, ouvir, respirar e sentir desde o início dos anos de 1980”, explica. É possível encontrar a obra em livrarias como a Martins Fontes Paulista e a Livraria Cultura, por R$ 39.
     
Foto: Divulgação
 

TAG Amazônia LegalParáBelémlivro