TV

Beijo gay em O outro lado do paraíso causa alvoroço na internet

A troca de carinhos foi protagonizada por Samuel, vivido por Eriberto Leão e Cido, interpretado por Rafael Zulu

Portal Amazônia, com informações do iBahia

jornalismo@portalamazonia.com


   
Foto:Reprodução/iBahia
    Na noite desta terça-feira (08), a troca de carinhos entre Samuel, vivido por Eriberto Leão e Cido, interpretado por Rafael Zulu, na novela 'O Outro Lado do Paraíso', causou alvoroço na internet. Não é a primeira vez que a Rede Globo exibe um beijo gay em novela. Em 'Amor à Vida', o tão esperado selinho entre os personagens de Mateus Solano e Thiago Fragoso finalmente aconteceu.

O casal sempre esteve junto desde o início da novela, mas passou por alguns 'perrengues' até conseguirem se acertar definitivamente. No começo, os dois se encontravam as escondidas, mas Clara, personagem de Bianca Bin, resolveu se vingar de todos que a prejudicaram na trama. Um deles, foi o psiquiatra, Samuel.

A mocinha descobriu do caso que ele tinha com Cido, e resolveu revelar para Suzy (Ellen Roche), que na época, era casada com Samuel. Após a revelação ter vindo à tona, Samuel e Cido assumiram o relacionamento, mas passaram por poucas e boas.

A mãe do psiquiatra, vivida por Ana Lúcia Torre, não aceitava que o filho fosse homossexual e fez de tudo para a acabar com o romance. Ela se juntou com Suzy, que acabou engravidando do médico e a fizeram achar que com isso, o relacionamento dos dois chegaria ao fim.

Muitas brigas, intrigas e humilhações voltadas para Cido, até que ele não aguentou mais e disse que iria embora e nunca mais voltaria. Vendo a decisão tão firme do rapaz, Samuel se desesperou e implorou para o moreno ficar. O médico chegou a afirmar que iria junto com ele. "Eu vou com você", disse Samuel.

Dona Adinéia fingiu que estava passando mal, mas o filho não caiu na armadilha. "Ok, mamãe! Vou chamar a ambulância para te levarem para o hospital, mas eu vou embora com o Cido", respondeu o psiquiatra.

Cido estava convicto de ir embora e Samuel se ajoelhou implorando para o seu grande amor ficar. Vendo o desespero do filho, dona Adinéia pediu desculpas ao genro e pediu para Cido ficar. Fez diversas promessas e jurou tratar o rapaz como um rei. Após aceitar as desculpas da sogra, o trio se abraçou emocionado.

Na cena seguinte, finalmente foram para o quarto de casal, onde o médico afirmou que não ia deixar o seu amado sair de casa. "Eu iria atrás de você', disse sorrindo. "Eu não queria ir embora, Samuca", respondeu o rapaz. Após a conversa, os dois se aproximaram, fizeram carícias e trocaram um beijo, causando uma grande repercussão na internet.

Os atores Rafael Zulu e Eriberto Leão compartilharam em suas redes sociais uma imagem do trio (Samuel, Cido e Dona Adinéia) sobre o casal homossexual. "Quem disse que isso aqui não é uma família?! VIVA O AMOR", disseram os artistas.

Claro que os internautas amaram a cena e não deixaram de comentar sobre a atuação dos atores. "Viva! Vocês são lindos! Amei! Tchau, preconceito", disse uma seguidora. "Lindos! Grande atuação! Vou sentir saudades", vibrou mais uma fã.

       

TV

Home > Cultura > null

Beijo gay em O outro lado do paraíso causa alvoroço na internet

A troca de carinhos foi protagonizada por Samuel, vivido por Eriberto Leão e Cido, interpretado por Rafael Zulu

Portal Amazônia, com informações do iBahia

jornalismo@portalamazonia.com


   
Foto:Reprodução/iBahia
    Na noite desta terça-feira (08), a troca de carinhos entre Samuel, vivido por Eriberto Leão e Cido, interpretado por Rafael Zulu, na novela 'O Outro Lado do Paraíso', causou alvoroço na internet. Não é a primeira vez que a Rede Globo exibe um beijo gay em novela. Em 'Amor à Vida', o tão esperado selinho entre os personagens de Mateus Solano e Thiago Fragoso finalmente aconteceu.

O casal sempre esteve junto desde o início da novela, mas passou por alguns 'perrengues' até conseguirem se acertar definitivamente. No começo, os dois se encontravam as escondidas, mas Clara, personagem de Bianca Bin, resolveu se vingar de todos que a prejudicaram na trama. Um deles, foi o psiquiatra, Samuel.

A mocinha descobriu do caso que ele tinha com Cido, e resolveu revelar para Suzy (Ellen Roche), que na época, era casada com Samuel. Após a revelação ter vindo à tona, Samuel e Cido assumiram o relacionamento, mas passaram por poucas e boas.

A mãe do psiquiatra, vivida por Ana Lúcia Torre, não aceitava que o filho fosse homossexual e fez de tudo para a acabar com o romance. Ela se juntou com Suzy, que acabou engravidando do médico e a fizeram achar que com isso, o relacionamento dos dois chegaria ao fim.

Muitas brigas, intrigas e humilhações voltadas para Cido, até que ele não aguentou mais e disse que iria embora e nunca mais voltaria. Vendo a decisão tão firme do rapaz, Samuel se desesperou e implorou para o moreno ficar. O médico chegou a afirmar que iria junto com ele. "Eu vou com você", disse Samuel.

Dona Adinéia fingiu que estava passando mal, mas o filho não caiu na armadilha. "Ok, mamãe! Vou chamar a ambulância para te levarem para o hospital, mas eu vou embora com o Cido", respondeu o psiquiatra.

Cido estava convicto de ir embora e Samuel se ajoelhou implorando para o seu grande amor ficar. Vendo o desespero do filho, dona Adinéia pediu desculpas ao genro e pediu para Cido ficar. Fez diversas promessas e jurou tratar o rapaz como um rei. Após aceitar as desculpas da sogra, o trio se abraçou emocionado.

Na cena seguinte, finalmente foram para o quarto de casal, onde o médico afirmou que não ia deixar o seu amado sair de casa. "Eu iria atrás de você', disse sorrindo. "Eu não queria ir embora, Samuca", respondeu o rapaz. Após a conversa, os dois se aproximaram, fizeram carícias e trocaram um beijo, causando uma grande repercussão na internet.

Os atores Rafael Zulu e Eriberto Leão compartilharam em suas redes sociais uma imagem do trio (Samuel, Cido e Dona Adinéia) sobre o casal homossexual. "Quem disse que isso aqui não é uma família?! VIVA O AMOR", disseram os artistas.

Claro que os internautas amaram a cena e não deixaram de comentar sobre a atuação dos atores. "Viva! Vocês são lindos! Amei! Tchau, preconceito", disse uma seguidora. "Lindos! Grande atuação! Vou sentir saudades", vibrou mais uma fã.

       

TAG O Outro Lado do Paraisobeijo gaypolemicanovelaredes sociaistelevisaoTVRede AmazônicaTV Globo