Mazé Mourão

O Rio de Janeiro com águas de março

"O título deste escrito se refere ao grande temporal que se abateu sobre o Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira"

Mazé Mourão

mazemanaus@gmail.com


O título deste escrito se refere ao grande temporal que se abateu sobre o Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira, mas, quem estava vendo Marcella Bartholo, no Teatro Riachuelo, nem se apercebeu. Só se deu conta (eu, claro, e a minha galera) quando chegamos no Aterro do Flamengo, onde iniciava a história que varou noite afora. Tive que me tornar hóspede da amiga Helena Frazão, uma vez que me tornei sem-teto, porque a rua, onde resido, estava, literalmente, com água pelas canelas. Acima das canelas, melhor dizendo.

Acordei com a música do Zeca Pagodinho, ‘Lama Nas Ruas’, teimando na minha cabeça “… Que importa, se há tanta lama nas ruas, e o céu é deserto e sem brilho do luar? (…)”. Sou ruim de letra e de cantar, mas descobri que, se existe um lugar seguro, no mundo, quando este for acabar, é o Teatro Riachuelo na rua do Passeio, centro. Com a Marcella Bartholo cantando, então, pode chover!
 
 
“Um céu sem brilho de luar ...”. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Em Cena

A caboca é boa!

Tenho um imenso carinho por May Seven e uma certeza enorme que ela é poderosa. A DJ lançou, no Belle Époque, o “Say GoodBay” com sucesso garantido. Agora, gente, é play nela!
 
 
Ela, May Seven, a poderosa. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
 
Meike Farias foi o cerimonialista do evento. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
Lígia Santos. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
Matheus Souto. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Prato da casa

Sempre muito antenado, Dedé Parente lança, no Boteco do Dedé, Amazonas Shopping, um Festival de Massas com preços de dar água na boca. Vale conferir!
 
 
Dedé Parente inova no cardápio com Festival de Massas. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Concerto com Abrantes

Quinta-feira, no Teatro Amazonas, o flautista Cláudio Abrantes e a harpista Noemi Mello deram um verdadeiro show de sonoridade doce executando obras de Bach, Bizet, Piazzolla, Mercer e Tom Jobim. Maravilhoso!
 
 
Noemi Mello, na harpa e Cláudio Abrantes, na flauta. Dois virtuosos! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Feliz niver, Zeina

A simpática Zeina Russo, presidente da Abrasel fez aniversário e convidou amigos para cantar parabéns. Vida longa, amiga!
 
 
 
Zeina brindou os amigos com essa delícia! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

 
 
Amazonenses no D'Amicci

Elas não perdem tempo. O brinde é tudo!
 
 
Helena Frazão, Glória Tapajós e Fátima Grosso escolheram o restaurante carioca D’Amicci para brindar a amizade, vida, saúde. Tim-Tim! Foto: Mazé Mourão/Portal AmazôniaFoto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
A metaimagem segundo Cesar Oiticica Filho

Está maravilhosa e bem estruturada a exposição ‘Metaimagens’, do mezzo-amazonense e  mezzo-carioca Cesar Oiticica Filho  - dá orgulho ouvir o Cesinha falar com amor do Amazonas - no Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro. É uma escalada de imagens coletadas pelo artista, há tempos e atuais, que contam a história sobre fotografia e projeções. Como não sou spoiler, quem estiver ou vier ao Rio, vai visitar a mostra e que fica no MAM até 24 de fevereiro.
 
 
Pode ter a sorte de encontrar Cesar Oiticica Filho e pedir, na cara-dura, para ele fotografar no seu celular. Simples, é a palavra de ordem! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
 
 
Explosão de luzes e cores e uma bela história para contar. Vale conferir! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

 
 
A ascensão de Marcella

“Não me falem só de talento e sim de estudo, dedicação e comprometimento com seu ofício”, Cláudia Raia resume, com essa frase, o Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical, do qual a atriz é madrinha. E é lá que está a nossa Marcella Bartholo. E foi com todos os alunos do CEFTEM a montagem do ‘Cartas para Gonzaguinha’ que fui ver no Teatro Riachuelo. Parabéns. A estrela Marcella sobe!
 
 
Final feliz! Marcella agradecendo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
 
Ela se destaca, gente! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
 
Depois do espetáculo, com a mãe Nanda Bartholo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

 
 
 
 
Com a galera: Mazé Chaves, Flávia Pesdoa Melo. A nossa atriz, Waldenira Thomé, Sandra Vitale. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
 
Entre as queridas Helena Frazão e Menga Junqueira. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
The end

Mazé Mourão

Home > Articulistas > Maze-mourao

O Rio de Janeiro com águas de março

"O título deste escrito se refere ao grande temporal que se abateu sobre o Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira"

Mazé Mourão

mazemanaus@gmail.com


O título deste escrito se refere ao grande temporal que se abateu sobre o Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira, mas, quem estava vendo Marcella Bartholo, no Teatro Riachuelo, nem se apercebeu. Só se deu conta (eu, claro, e a minha galera) quando chegamos no Aterro do Flamengo, onde iniciava a história que varou noite afora. Tive que me tornar hóspede da amiga Helena Frazão, uma vez que me tornei sem-teto, porque a rua, onde resido, estava, literalmente, com água pelas canelas. Acima das canelas, melhor dizendo.

Acordei com a música do Zeca Pagodinho, ‘Lama Nas Ruas’, teimando na minha cabeça “… Que importa, se há tanta lama nas ruas, e o céu é deserto e sem brilho do luar? (…)”. Sou ruim de letra e de cantar, mas descobri que, se existe um lugar seguro, no mundo, quando este for acabar, é o Teatro Riachuelo na rua do Passeio, centro. Com a Marcella Bartholo cantando, então, pode chover!
 
 
“Um céu sem brilho de luar ...”. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Em Cena

A caboca é boa!

Tenho um imenso carinho por May Seven e uma certeza enorme que ela é poderosa. A DJ lançou, no Belle Époque, o “Say GoodBay” com sucesso garantido. Agora, gente, é play nela!
 
 
Ela, May Seven, a poderosa. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
 
Meike Farias foi o cerimonialista do evento. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
Lígia Santos. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
Matheus Souto. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Prato da casa

Sempre muito antenado, Dedé Parente lança, no Boteco do Dedé, Amazonas Shopping, um Festival de Massas com preços de dar água na boca. Vale conferir!
 
 
Dedé Parente inova no cardápio com Festival de Massas. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Concerto com Abrantes

Quinta-feira, no Teatro Amazonas, o flautista Cláudio Abrantes e a harpista Noemi Mello deram um verdadeiro show de sonoridade doce executando obras de Bach, Bizet, Piazzolla, Mercer e Tom Jobim. Maravilhoso!
 
 
Noemi Mello, na harpa e Cláudio Abrantes, na flauta. Dois virtuosos! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Feliz niver, Zeina

A simpática Zeina Russo, presidente da Abrasel fez aniversário e convidou amigos para cantar parabéns. Vida longa, amiga!
 
 
 
Zeina brindou os amigos com essa delícia! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

 
 
Amazonenses no D'Amicci

Elas não perdem tempo. O brinde é tudo!
 
 
Helena Frazão, Glória Tapajós e Fátima Grosso escolheram o restaurante carioca D’Amicci para brindar a amizade, vida, saúde. Tim-Tim! Foto: Mazé Mourão/Portal AmazôniaFoto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
A metaimagem segundo Cesar Oiticica Filho

Está maravilhosa e bem estruturada a exposição ‘Metaimagens’, do mezzo-amazonense e  mezzo-carioca Cesar Oiticica Filho  - dá orgulho ouvir o Cesinha falar com amor do Amazonas - no Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro. É uma escalada de imagens coletadas pelo artista, há tempos e atuais, que contam a história sobre fotografia e projeções. Como não sou spoiler, quem estiver ou vier ao Rio, vai visitar a mostra e que fica no MAM até 24 de fevereiro.
 
 
Pode ter a sorte de encontrar Cesar Oiticica Filho e pedir, na cara-dura, para ele fotografar no seu celular. Simples, é a palavra de ordem! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
 
 
Explosão de luzes e cores e uma bela história para contar. Vale conferir! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

 
 
A ascensão de Marcella

“Não me falem só de talento e sim de estudo, dedicação e comprometimento com seu ofício”, Cláudia Raia resume, com essa frase, o Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical, do qual a atriz é madrinha. E é lá que está a nossa Marcella Bartholo. E foi com todos os alunos do CEFTEM a montagem do ‘Cartas para Gonzaguinha’ que fui ver no Teatro Riachuelo. Parabéns. A estrela Marcella sobe!
 
 
Final feliz! Marcella agradecendo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
 
Ela se destaca, gente! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
 
Depois do espetáculo, com a mãe Nanda Bartholo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

 
 
 
 
Com a galera: Mazé Chaves, Flávia Pesdoa Melo. A nossa atriz, Waldenira Thomé, Sandra Vitale. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
 
 
Entre as queridas Helena Frazão e Menga Junqueira. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
The end

TAG Rio de JaneiroMaze Mourao