Mazé Mourão

Gosto de ser pauta

Mazé Mourão

mazemanaus@gmail.com


 
Foto:Reprodução/Instagram
 
Como disse o Roberto Carlos: “falem bem ou mal, mas falem de mim!”. E hoje, no Dia da Gentileza, que eu acho que devemos praticá-la todos os dias, digo ao leitor ou leitora que, vez por outra me prestigia lendo esses meus rabiscos, vamos nos importar mais com os nossos próprios ‘rabos’ ou nossas próprias ações e deixar que as pessoas vivam como elas queiram, da maneira que queiram viver!  
Sinto prazer no que faço. Não deixo a peteca cair. Me reinvento sempre, desde muito criança, sempre fui assim. Sou daquelas que chora cinco minutos, junto os restos do leite derramado e faço uma coalhada. Só para mudar a história do limão. Garanto a você que estou no meu melhor momento profissional. Me sinto prestigiada, chamada, feliz, muito feliz com tudo que estou fazendo ao mesmo tempo e agora.  
Então, quem acha que consegue fazer melhor, querido, o faça. Esse não é o meu problema. É o seu, a quem interessar possa cair a carapuça. “Ela é assim”, como disse uma vez o jornalista. E eu reafirmo. Sou assim. Gosto de ser pauta.   Até.

Mazé Mourão

Home > Articulistas > Maze-mourao

Gosto de ser pauta

Mazé Mourão

mazemanaus@gmail.com


 
Foto:Reprodução/Instagram
 
Como disse o Roberto Carlos: “falem bem ou mal, mas falem de mim!”. E hoje, no Dia da Gentileza, que eu acho que devemos praticá-la todos os dias, digo ao leitor ou leitora que, vez por outra me prestigia lendo esses meus rabiscos, vamos nos importar mais com os nossos próprios ‘rabos’ ou nossas próprias ações e deixar que as pessoas vivam como elas queiram, da maneira que queiram viver!  
Sinto prazer no que faço. Não deixo a peteca cair. Me reinvento sempre, desde muito criança, sempre fui assim. Sou daquelas que chora cinco minutos, junto os restos do leite derramado e faço uma coalhada. Só para mudar a história do limão. Garanto a você que estou no meu melhor momento profissional. Me sinto prestigiada, chamada, feliz, muito feliz com tudo que estou fazendo ao mesmo tempo e agora.  
Então, quem acha que consegue fazer melhor, querido, o faça. Esse não é o meu problema. É o seu, a quem interessar possa cair a carapuça. “Ela é assim”, como disse uma vez o jornalista. E eu reafirmo. Sou assim. Gosto de ser pauta.   Até.

TAG Maze Mouraopautaartigoarticulista

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
VOCÊ VIU ?
TV