Manaus Selvagem

Conheça a arara-canga

Sua cor vermelha rendeu outro nome popular: arara-vermelha-pequena


Foto: Manaus Selvagem 

A Arara-canga (Ara macao) é uma ave bastante conhecida e avistada pelos manauaras. Também é chamada de arara-vermelha-pequena ou em outras regiões por arara-piranga, podendo alcançar cerca de 80 centímetros de comprimento e chega a pesar quase um quilo. Suas cores são bem vistosas, sendo a cor vermelha predominante na maior parte das penas de seu corpo, sendo que suas asas podem possuir três cores distintas: o vermelho, amarelo e o azul nas extremidades.

Alimentam-se de frutos grandes, portanto, é comum encontrá-las comendo o fruto do açaí e de outras palmeiras espalhadas pela cidade ou nas florestas fragmentadas dentro e aos arredores de Manaus. 

 

Foto: Manaus Selvagem

Costumam viver em grupos ou pares e muitas vezes podem se misturar com outros grupos de araras. Não há diferença conhecida entre macho e fêmea. Atualmente, não é considerada uma espécie ameaçada, porém, sua maior ameaça é a destruição de habitats naturais, fato que tem causado seu desparecimento de muitos lugares onde antes era comum.


Manaus Selvagem

Conheça a arara-canga

Sua cor vermelha rendeu outro nome popular: arara-vermelha-pequena

Manaus Selvagem

jornalismo@portalamazonia.com


Foto: Manaus Selvagem 

A Arara-canga (Ara macao) é uma ave bastante conhecida e avistada pelos manauaras. Também é chamada de arara-vermelha-pequena ou em outras regiões por arara-piranga, podendo alcançar cerca de 80 centímetros de comprimento e chega a pesar quase um quilo. Suas cores são bem vistosas, sendo a cor vermelha predominante na maior parte das penas de seu corpo, sendo que suas asas podem possuir três cores distintas: o vermelho, amarelo e o azul nas extremidades.

Alimentam-se de frutos grandes, portanto, é comum encontrá-las comendo o fruto do açaí e de outras palmeiras espalhadas pela cidade ou nas florestas fragmentadas dentro e aos arredores de Manaus. 

 

Foto: Manaus Selvagem

Costumam viver em grupos ou pares e muitas vezes podem se misturar com outros grupos de araras. Não há diferença conhecida entre macho e fêmea. Atualmente, não é considerada uma espécie ameaçada, porém, sua maior ameaça é a destruição de habitats naturais, fato que tem causado seu desparecimento de muitos lugares onde antes era comum.

TAG ManausAmazonasManaus Selvagemarara