Publicidade

Haniery Mendonça

Home > Opiniao > Haniery-mendonca

Volta às aulas: o impacto negativo no trânsito

"Com a volta às aulas, é normal que aumente os congestionamentos, impactando de forma negativa devido à utilização errada do trânsito por pessoas e veículos"

Haniery Mendonça

hmpericia@gmail.com


Trânsito: As contas que são da nossa conta na volta às aulas!

Certo dia, um grande amigo me perguntou se era justo ele receber uma multa de trânsito por dar uma "parada rapidinha" para deixar seu filho na porta da escola. Tentei explicar de uma forma simples quais os problemas gerados no trânsito por essa "parada rapidinha".

Com a volta às aulas, é normal que aumente os congestionamentos, impactando de forma negativa devido à utilização errada do trânsito por pessoas e veículos. Como exemplo, podemos ver condutores estacionando em fila dupla, pedestres atravessando as ruas de uma forma perigosa, mesmo tendo lugares apropriados ou sinalizações adequadas para este fim, motociclistas passando entre os veículos e até mesmo parados para deixar o aluno na escola, dentre outras irregularidades.

O que mais ouço é que o poder público se omite na organização do trânsito em frente às escolas. Pois bem, se você está dirigindo com certeza passou pelo processo de habilitação, automaticamente conheceu entre outros temas, as sinalizações de trânsito e as normas gerais de circulação.
 
     
Foto: Reprodução 
 
Ao descumpri-las estacionando em um local proibido pela sinalização, ou em fila dupla, você será multado no Artigo 181, I ao 181, XX onde todos se referem a estacionamento, mas como você foi específico em “PARAR RAPIDINHO EM FILA DUPLA”, o Art. 181, XII. Estacionar o veículo ao lado de outro veículo em fila dupla: Infração – Grave (R$ 195,23), Penalidade – Multa e Medida administrativa – remoção do veículo.

Logo, se você desrespeitou a legislação de trânsito, deve ser punido pelo agente ou autoridade de trânsito sim, onde a conta deve ser colocada em sua conta. Com isso, você vai aprender que, antes de matricular seu filho, deveria ter observado se a escola oferecia um local para embarque ou desembarque seguro, como algumas já oferecem, pois o risco não é de multa ou arrecadação de dinheiro para o estado, e sim questão de segurança, principalmente para seu filho.

Devemos parar de jogar a culpa somente para os governantes. Temos direitos e deveres a serem cumpridos, e, nesse caso, mais deveres do que direitos.

Resposta do meu amigo: Não havia parado para ver os perigos de uma parada tão rapidinha. Acho que vou contratar um desses carros que levam crianças para a escola. Respondi que isso é um outro assunto que conversaríamos outra hora, pois estava com compromisso marcado e não poderia me atrasar.

Aliás, caro leitor, o que você tem feito para evitar congestionamentos e acidentes no trânsito? Ou você concorda que a culpa não é sua, e sim das autoridades competentes?

 
Haniery Mendonça

Volta às aulas: o impacto negativo no trânsito

"Com a volta às aulas, é normal que aumente os congestionamentos, impactando de forma negativa devido à utilização errada do trânsito por pessoas e veículos"

Haniery Mendonça

hmpericia@gmail.com


Trânsito: As contas que são da nossa conta na volta às aulas!

Certo dia, um grande amigo me perguntou se era justo ele receber uma multa de trânsito por dar uma "parada rapidinha" para deixar seu filho na porta da escola. Tentei explicar de uma forma simples quais os problemas gerados no trânsito por essa "parada rapidinha".

Com a volta às aulas, é normal que aumente os congestionamentos, impactando de forma negativa devido à utilização errada do trânsito por pessoas e veículos. Como exemplo, podemos ver condutores estacionando em fila dupla, pedestres atravessando as ruas de uma forma perigosa, mesmo tendo lugares apropriados ou sinalizações adequadas para este fim, motociclistas passando entre os veículos e até mesmo parados para deixar o aluno na escola, dentre outras irregularidades.

O que mais ouço é que o poder público se omite na organização do trânsito em frente às escolas. Pois bem, se você está dirigindo com certeza passou pelo processo de habilitação, automaticamente conheceu entre outros temas, as sinalizações de trânsito e as normas gerais de circulação.
 
     
Foto: Reprodução 
 
Ao descumpri-las estacionando em um local proibido pela sinalização, ou em fila dupla, você será multado no Artigo 181, I ao 181, XX onde todos se referem a estacionamento, mas como você foi específico em “PARAR RAPIDINHO EM FILA DUPLA”, o Art. 181, XII. Estacionar o veículo ao lado de outro veículo em fila dupla: Infração – Grave (R$ 195,23), Penalidade – Multa e Medida administrativa – remoção do veículo.

Logo, se você desrespeitou a legislação de trânsito, deve ser punido pelo agente ou autoridade de trânsito sim, onde a conta deve ser colocada em sua conta. Com isso, você vai aprender que, antes de matricular seu filho, deveria ter observado se a escola oferecia um local para embarque ou desembarque seguro, como algumas já oferecem, pois o risco não é de multa ou arrecadação de dinheiro para o estado, e sim questão de segurança, principalmente para seu filho.

Devemos parar de jogar a culpa somente para os governantes. Temos direitos e deveres a serem cumpridos, e, nesse caso, mais deveres do que direitos.

Resposta do meu amigo: Não havia parado para ver os perigos de uma parada tão rapidinha. Acho que vou contratar um desses carros que levam crianças para a escola. Respondi que isso é um outro assunto que conversaríamos outra hora, pois estava com compromisso marcado e não poderia me atrasar.

Aliás, caro leitor, o que você tem feito para evitar congestionamentos e acidentes no trânsito? Ou você concorda que a culpa não é sua, e sim das autoridades competentes?

 

TAG transitovolta as aulasartigo