Publicidade

André Torbey

Menos de 10% dos empreendedores no Brasil estão na região Norte

"É verdade que o desafio da formalização de um negócio acaba prejudicando o levantamento real da quantidade de negócios que existem em nosso país"

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


Dados do Sebrae, de 2018, apontam que o Brasil possui 28 milhões de empreendedores. Desses, 9% estão na região Norte. Um número muito baixo para o nosso potencial.

É verdade que o desafio da formalização de um negócio acaba prejudicando o levantamento real da quantidade de negócios que existem em nosso país.

E, sem achar que “a grama do vizinho é mais verde”, sabemos que nem sempre temos acesso às melhores condições e ambientes para prosperar em um novo negócio.

Mas num exercício rápido, consegui identificar alguns fatores que impedem o crescimento na nossa região: 

1. Incentivo ao empreendedorismo: do ponto de vista público e privado, ainda estão engatinhando os projetos que visam fomentar a abertura de novos negócios. Algumas poucas escolas e instituições apoiam o tema e é visível a falta de interesse público na questão.

2. Falta de conhecimento: embora já exista uma ampla literatura e vários cursos sobre o assunto, boa parte dos novos empresários apontam que a falta de conhecimento é um dos principais obstáculos a ser superado na hora de gerir uma empresa.

3. Fluxo de caixa: um problema recorrente não apenas em nossa região, mas a ausência de um planejamento financeiro e de reservas para sustentar o negócio em períodos de baixo resultado acabam impedindo a manutenção e continuidade de diversos empreendimentos. Embora alguns bancos de fomento reservem uma parte de seus orçamentos para pequenos negócios, a burocracia é tão grande que se torna inviável o acesso a esse dinheiro.

4. Coragem: um tema um tanto quanto polêmico, mas a impressão que dá é que falta coragem para as pessoas saírem da famosa “zona de conforto” e de fato iniciar um negócio. O comodismo acaba sendo uma válvula de escape e a rotina cansativa de empreender acaba desestimulando várias pessoas na hora de fazer algo diferente.

De fato, não é fácil abrir uma empresa. Mais difícil ainda é mantê-la ao longo dos anos, mas uma coisa não podemos esquecer: oportunidades surgem todos os dias. E quem estiver mais atento e preparado, terá mais possibilidade de aproveitá-las.

Que outras dificuldades você consegue enxergar? Conto com a sua participação, esse é o jeito baré de empreender.
 

André Torbey

Home > Opiniao > Andre-torbey

Menos de 10% dos empreendedores no Brasil estão na região Norte

"É verdade que o desafio da formalização de um negócio acaba prejudicando o levantamento real da quantidade de negócios que existem em nosso país"

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


Dados do Sebrae, de 2018, apontam que o Brasil possui 28 milhões de empreendedores. Desses, 9% estão na região Norte. Um número muito baixo para o nosso potencial.

É verdade que o desafio da formalização de um negócio acaba prejudicando o levantamento real da quantidade de negócios que existem em nosso país.

E, sem achar que “a grama do vizinho é mais verde”, sabemos que nem sempre temos acesso às melhores condições e ambientes para prosperar em um novo negócio.

Mas num exercício rápido, consegui identificar alguns fatores que impedem o crescimento na nossa região: 

1. Incentivo ao empreendedorismo: do ponto de vista público e privado, ainda estão engatinhando os projetos que visam fomentar a abertura de novos negócios. Algumas poucas escolas e instituições apoiam o tema e é visível a falta de interesse público na questão.

2. Falta de conhecimento: embora já exista uma ampla literatura e vários cursos sobre o assunto, boa parte dos novos empresários apontam que a falta de conhecimento é um dos principais obstáculos a ser superado na hora de gerir uma empresa.

3. Fluxo de caixa: um problema recorrente não apenas em nossa região, mas a ausência de um planejamento financeiro e de reservas para sustentar o negócio em períodos de baixo resultado acabam impedindo a manutenção e continuidade de diversos empreendimentos. Embora alguns bancos de fomento reservem uma parte de seus orçamentos para pequenos negócios, a burocracia é tão grande que se torna inviável o acesso a esse dinheiro.

4. Coragem: um tema um tanto quanto polêmico, mas a impressão que dá é que falta coragem para as pessoas saírem da famosa “zona de conforto” e de fato iniciar um negócio. O comodismo acaba sendo uma válvula de escape e a rotina cansativa de empreender acaba desestimulando várias pessoas na hora de fazer algo diferente.

De fato, não é fácil abrir uma empresa. Mais difícil ainda é mantê-la ao longo dos anos, mas uma coisa não podemos esquecer: oportunidades surgem todos os dias. E quem estiver mais atento e preparado, terá mais possibilidade de aproveitá-las.

Que outras dificuldades você consegue enxergar? Conto com a sua participação, esse é o jeito baré de empreender.
 

TAG Empreendedorismoandre torbeyartigo